quarta-feira, 23 de março de 2011

Imprimindo movimento a vida

 
É no compasso da vida que a gente percebe como é satisfatório ajeitar tudo que está desorganizado, o prazer da limpeza. Como é bom ter tudo em seu devido lugar. E como é incrível quando essa organização também faz parte dos nossos pensamentos. Aqueles que causam uma confusão terrível, um barulho danado, problemas desperdiçando energia da vida.
Analisando tudo a minha volta, e a mim mesma nesses últimos tempos, percebi que ter equilíbrio, é simplesmente (ou nem tão simples assim!) conquistar a ordem. Organizar os objetos, os trabalhos, os horários, não querendo demais, mas deixando fluir. É como se você não deixasse as gavetas de um armário abertas depois de tirar o que queria, o que estava buscando. Abre, usa e fecha para que exista ordem.
Na vida interior é a mesma coisa. Comece algo, mas antes de partir para outro objetivo, acabe o primeiro. Acabe as coisas do passado que já passaram. Não deixe o ressentimento daquilo que não deu certo com essa gaveta aberta. O que passou, passou e se não deu certo, simplesmente não deu. Não adianta querer ir para uma vida nova, para uma função nova, para um novo relacionamento se não tivermos a disposição de finalizar aquilo que já não faz mais sentido, ou que até faz, mas já passou, já acabou.
Percebi que é uma questão de ordem mental, hoje é o momento de perceber que todos os fatos que ocorrem em nossa vida é como se fossem aqueles programas de televisão que nos impressiona, aquele filme que te deixou assustado. Bom, desligou a televisão, acabou o filme, pronto é o momento de desligar as impressões.
Parece ser muito simples, mas a ordem mental é muito mais complexa que isso, é muito mais delicada, mais exigente. Muitas vezes nos pegamos numa confusão muito grande, é a conversa turbulenta, é o relacionamento cheio de conflitos, é o dia que parece que nada deu certo, a noite mal dormida e provavelmente um dia seguinte poluído.
Isso vai dando um cansaço, um desgaste muito grande, físico, mental e principalmente espiritual, onde fica nossa base. A gente vai entulhando, deixando gavetas abertas, todas as coisas possíveis fora do lugar, e é como se fosse assim em nossa mente, cria uma desordem, junta sujeiras de pensamentos sem sentido, de momentos sem importância e vai estragando por consequencia tudo de novo que poderia estar por vir. Cria, mesmo sem perceber, sim, sem perceber, vamos falar sobre essa falta de percepção mais adiante; um ambiente tumultuado, cheio de energia negativas, e aquela vida que vai ficando cada dia pior, vem de brinde.
Uma empresa para fazer sucesso, se organiza, põe tudo em seu devido lugar, organiza as funções de cada um. Quanto mais ordem tiver e a ordem for inteligente, mais aprimorada, o fluxo se torna fácil. Funcionários ficam satisfeitos, produzem adequadamente e a empresa conquista seu valor. Mas se aquele chefe, o dono, larga tudo, negligência, provavelmente não terá o respeito de seus colaboradores, fatalmente vai criando confusão, quando se da conta, perdeu sua empresa. E assim funciona pra tudo em nossa vida. O equilíbrio, é a ordem dos pensamentos, é o gerenciamento das atitudes, a administração da sua vida.
Você não passando pela ordem, pela disciplina, você paga caro por isso, fica no escracho. A vida emocional numa confusão, a vida mental num problema sem fim, e tudo isso porque você já não sabe mais o que pensar, não sabe nem por onde começar, aí é o que chamamos de desespero. Desespero é bagunça interior. E não me venha dizer que não tem culpa!
O que você fez com seu tempo? Educou você? Cuidou de você? Vigiou?
Sim, porque quando pedimos algo a Deus e achamos que não recebemos, pode ter certeza que ele já nos deu o poder de ter, assim como nos deu o poder de fazer e não fazer, de por ordem ou desordem. O poder é todo seu, e que seja feita a sua vontade. Então cuidado com o que se quer, com o que se pede, com o que se pensa, somos humanos, somos frágeis, sensíveis, peças delicadas. Juntar os cacos é muito mais difícil do que considerar que podemos de alguma forma nos ajudar. Tantas coisas você poderia limpar, quantos momentos complicados já deveriam ter sido jogados fora e não jogou...
Procure ver o caminho que quer abrir pra si mesmo, procure ver onde coloca os pensamentos perturbadores, procure saber ao certo qual é sua intenção e o que vai fazer com esse sentimento, como vai acreditar na vida.
Sim, vamos admitir que nossa cabeça faz muita confusão, traz sempre situações conflitantes, imagina que tudo que se quer, é difícil, PRECISA da dificuldade. Não existe obstáculo maior do que a nossa consciência. Então quando imaginar que para se conquistar o equilíbrio, a ordem, é necessário encontrar barreiras, pare, respira, fique quieto, não pense em nada, não crie ilusão do certo e do errado e vai conquistando a calma.
Não precisa adivinhar o que vem depois, é só ver de verdade. Imaginação é boa do jeito certo, e é nesse momento que falamos sobre percepção, como foi dito acima. É o momento de colocar em prática tudo que se sabe. Precisa acabar com a hipnose de fazer todas as coisas iguais, de tomar sempre a mesma atitude que te deixa descontente, de dizer sempre a mesma coisa e fazer o contrário, de ter lindas palavras, tiradas do mais profundo sentimento e não vivenciar o que se diz na realidade. É esse momento a hora de dizer : "Não! Agora vai ser diferente." Com firmeza, para poder caminhar para frente e digerir tudo que se aprendeu. Claro, precisa de cuidado, de insistência, de disciplina e de força com você.
Quem num momento de chateação não disse que só faz o que quer e quando está com vontade?
É aceitável, mas não queira colher o que você não planta.
Porque quem quer tem que plantar, cuidar, tem que namorar... Sabe como é?
Sim, namorar, é ter cuidado, carinho, disciplina...
Toda planta precisa de disciplina pra ficar bem, no melhor dela, compreende?
De outra forma, encrua. A vida não anda, os projetos não caminham, e acaba tudo em frustração que nada mais é do que a hipnose da vaidade. Não valoriza as oportunidades da vida, não se valoriza. E acaba gostando da inércia. E não entenda que inércia é somente paralisação não. Aquele ser que faz tudo regularmente igual, até os problemas são os mesmos, sim, também está na inércia. Diz que faz e acontece, mas não sai do lugar. Está na inércia, tudo igual, tudo parado.
Então vamos fazer dessa vida, algo mais prazeroso, fazer valer a pena, não só por causa do amanhã, embora o amanhã seja muito importante e sabemos que a vida cobra, mas para valorizar nosso potencial.
Entenda tudo de bom que sua mente pode realizar.
Com ordem, você tudo pode!
Pense em tudo que você pode sentir, usufruir, conquistar e ter prazer. Tudo que a mente inteligente, disciplinada pode concretizar. Assim você sai da inércia e parte para a ação. Não a ação automática, inconsequente, viciada, mas a ação renovadora, do crescimento, da busca pelo melhor. Como é bom quando a gente fica inconformado e vai buscar pelo melhor...
Não se deixe abater por essa encrenca toda. Não fique parado, ou fingindo estar andando e  arranjando desculpas. Aproveite, não perca a chance, não deixe passar a oportunidade de fazer TUDO PELO MELHOR...

Até a próxima!

Um comentário:

Bruxa da Thaberna disse...

Ta arrazando amiga!!!

beijoss